Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Palavras de Areia

Partilha de sentires, emoções, aferições, estados de alma e coisas banais. Pequenas histórias de ontem, de hoje e que se sonham para o amanhã.

Palavras de Areia

Partilha de sentires, emoções, aferições, estados de alma e coisas banais. Pequenas histórias de ontem, de hoje e que se sonham para o amanhã.

Maresia em 05.09.17

Vida longa ao príncipe! II

És o dois. Chegaste para animar a casa! És o sol, o brilho, a gargalhada 😁És vida, meiguice, algazarra....6 anos de ti! 6 anos de tanto amor! Amamos os teus abraços, as tuas histórias, (...)
Maresia em 18.07.17

Vida longa ao príncipe!

És o três!E como és! Ai! Como és! Magicamente meu...És tudo! És sempre e para sempre.És nosso.365 dias de ti, 8760 horas de ternura,525600 minutos de amor,31536000 segundos de vida!A tua.
Maresia em 07.05.17

Descomplicadamente mãe

Ser mãe é aquilo que eu quero ser e não aquilo que quero ter. Acima de tudo há que desejá-lo e de preferência com muita força. Aí, o instinto e o afecto funcionam com sucesso e são os (...)
Maresia em 25.11.16

Amor improvável

Aventurei-me por ti, em ti.Nasceu no improvável,No toque, no cheiro, nos silêncios.No escuro, és a luz.No salto, és a rede.No medo, és a força.Em mim, és amor... Aventuraste-te por mim, (...)
Maresia em 21.08.17

...

Troquei as torres,pelo céu e as estrelas.Troquei os motores e as asas de ferro,pelos piares e as penas.Troquei de canto, de ninho, de mim.Agora vivo embalada pelo silêncio da natureza,pelo meu (...)
Maresia em 28.06.17

Ao meu Adamastor

Hoje seria o teu aniversário. Mais um, dos tantos que não partilhámos. E partilhámos tão pouco...e ainda que vivêssemos 100 anos, seria sempre pouco. É sempre pouco...De ti guardo a (...)
Maresia em 02.12.16

Sintonia

O segredo para as relações humanas é a SINTONIA. O universo conspira e gera os momentos mágicos, nos quais encontramos o outro, o vemos e sentimos verdadeiramente. Energias que me fazem (...)
Maresia em 08.11.16

Anjos ou talvez não

Deus? Não sou crente. Não consigo imaginar, nem sentir, algo tão absurdamente universal. Mas de alguma forma, invejo as pessoas que têm fé, pois têm algo a que se agarrar. E em momentos de (...)