Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Palavras de Areia

Partilha de sentires, emoções, aferições, estados de alma e coisas banais. Pequenas histórias de ontem, de hoje e que se sonham para o amanhã.

Palavras de Areia

Partilha de sentires, emoções, aferições, estados de alma e coisas banais. Pequenas histórias de ontem, de hoje e que se sonham para o amanhã.

Os meus Super-heróis

A analogia às fadas até poderia soar melhor, mas são três rapazes, três super-heróis fantásticos. E como eles próprios são fãs destas criaturas marvelescas e DC cómicas, aqui vai...
O primeiro herói dei à luz há quase 14 anos. Uma miúda de 25 anos e o seu bebé enoorrrme, de 4,250 kg e 54 cm...Espantava-me que o meu ser mágico fosse o maior do berçário. Nascera crescido e lindão, a debitar charme, com direito a foto numa revista e tudo. Começava a sua missão e plantou amor nos corações e sorrisos de quem o rodeava. Nos seus olhos revia os meus, foi sempre assim. E quando ainda não dominava o léxico, estou certa que nos entendíamos perfeitamente, nas nossas conversas balbuciantes e expressivas. Foi e ainda é o meu herói mais compreensivo, aquele que sabia sempre por onde andava o humor da mãe e até quando me encontrava doente, como que magicamente, era a criança mais calma e serena que conheci. No alto dos seus meses era a capa forte que me protegia e emanava boas energias. É o meu Wolverine misterioso, sensato e cauteloso nas distâncias, mas com um toque humorista e de sensibilidade de Homem-Aranha.
O meu segundo herói brotou em mim há já 7 anos. Um fantástico Thor de cabelos loiros que com o seu martelo de riso e reguilice demoliu tudo à sua volta. Ser irresistível, impossível não dar por ele. Veio agitar as águas , qual Aquaman nos seus melhores dias. É o meu herói mais meigo, que me beija e amassa. É fogo de artifício! Com ele não há dias aborrecidos, nem dias sem ação imensa. E aqui que ninguém nos ouve, no alto da sua criancice feliz é aquele que exige mais da mãe heroína. É o meu Storm indomável, o meu Homem-Formiga, o meu Electro que finta todos com o seu riso, brilho e energia.
Finalmente, o meu terceiro super herói. Já brilha há quase 2 anos e também chegou enoorrrme, em tamanho e em amor. É sedutor até mais não, assumiu o comando e não se deixa intimidar pelo tamanho e experiência dos seus manos super heróis. Cuidadoso como o Capitão América, Homem de Ferro dos mandões e quando se irrita vira o Hulk da birra. É o meu Super-Homem da persistência, Gavião Arqueiro temperamental, de pontaria apurada para conseguir aquilo que quer.
E são assim os meus Vingadores, incríveis até mais não, cada qual com os seus super poderes, cada qual com o seu fato especial. E eu sou a super mãe destas criaturas mágicas, infinitamente amada e dotada de amor infinito pelos meus heróis.

2018-05-06 09.16.20.jpg