Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Palavras de Areia

Partilha de sentires, emoções, aferições, estados de alma e coisas banais. Pequenas histórias de ontem, de hoje e que se sonham para o amanhã.

Palavras de Areia

Partilha de sentires, emoções, aferições, estados de alma e coisas banais. Pequenas histórias de ontem, de hoje e que se sonham para o amanhã.

27.10.18

Greve, a que tanto obrigas...

Maresia
Greve, a que tanto obrigas o Estado? Ah! Não! A que tanto obrigas o povo, os portugueses. E sim, para quem ainda não percebeu, nem todos os portugueses são funcionários públicos. A realidade do privado, recibos verdes e conta própria é bem diferente. Todos somos iguais, mas só na biologia, não na democracia.Por exemplo, quando uma escola fecha, são as crianças e as suas famílias os mais prejudicados. E quando se regressa à escola, os programas curriculares são na mesma para (...)
21.10.18

Pelo caminho

Maresia
Miúda! Vai descendo a calçada, ainda estonteada pelo abraço. Sorri para as camélias, acelera o passo, evita correr e saltar de entusiasmo. O sol brilha perante tanta alegria. Mulher! Percorre a rua movimentada, Atrasada, em passo de corrida. Indiferente ao mundo, Perdida nos pensamentos, Evita sorrir e revelar desejos. O vento sopra levando o beijo. Senhora! Vai subindo as escadinhas, Derrotada por aquele adeus. Erguendo a sua dor ao céu, Sufocada por aquele amor, Evita (...)
11.10.18

Desabafo...O mundo é dos loucos

Maresia
O mundo é dos loucos, dos que devaneiam e deslumbram os outros (ditos sensatos) com as suas ideias delirantes.Que desespero temos em nós, que nos entregamos à ditadura, ao preconceito, à corrupção, às mentiras absurdas e descaradas de seres humanos endeusados pela sua insanidade?Qual a motivação para estas escolhas?Talvez, na verdade, todas opções sejam sacos cheios de ganância, mentiras e interesses, vazios de integridade, esperança e de mudança. Talvez, a identificação (...)
28.09.18

Sempre

Maresia
Já te sentia, no corpo e no coração. No coração apertado e agitado. Agitado com a tua chegada. Chegada desejada, de te ter no colo.No colo onde te prendi e me apaixonei. Apaixonei-me pelo cheiro e alma. Alma doce que me acalma. Acalma e me ensina a ser mais.Mais mãe, mais forte, mais tudo. Tudo de bom, para ti! Sempre! Mãe   
24.09.18

(Re)escreve-te!

Maresia
Estás a olhar para onde? Para a loucura que há em mim?Sabes, também caberia em ti.Não gostas do que digo, nem tão pouco do que sou.Então, não me olhes tanto, Não me saibas desta maneira,Não venhas viver aqui.Deixa-te ficar com o que é teu.Vira-me as costas, borrifa-te para o que faço. Não espreites à minha janela, vai ver-te em vidro espelhado.Não me dês tanta importância, Se te causo tanta estranheza. Que desconforto o teu...Sabes, a vida é cheia de tudo e, por vezes, (...)
13.09.18

Regresso à escola (os tesouros para lá do portão)

Maresia
É altura de regressar à escola. Passar o portão e regressar às conversas com os amigos, às salas e ao arrastar das cadeiras, à escuta e à escrita. Ter a mochila como parceira inseparável e sentir o (imenso) peso dos livros e da responsabilidade (pelo menos, assim se espera).E aí vou eu, de sorriso rasgado, look pensado, com o peito cheio de ar e o coração cheio de expectativas. Ai, mãe! Cá vamos de novo! Que aventuras me esperam, que dramas me farão insónia, que decepções (...)
07.09.18

Vitaminas contra as rotinas

Maresia
Há pouco tempo de regresso ao trabalho e as baterias já estão fracas ou então, o motor está com falta de arranque!O truque é tomar vitaminas, daquelas que ingerimos nas férias. A começar por tentar sorrir logo pela manhã e fazê-lo ao longo do dia. Tudo se torna mais leve e colorido. Pessimismo é o caminho perfeito para o desastre e para desaires. E não deixar de fazer coisas que nos são agradáveis. Os passeios na praia, as caminhadas (noturnas, se tiverem de ser), sentar a (...)
01.09.18

Adeus, férias!

Maresia
Fim dos dias sem horas. Dias de cabeça no ar, De pés na areia. De fazer nada, E poder fazer tudo. Fim do ar livre, E da luz natural. Do sol e da esplanada. Do chinelar e do calção. Do bronze e do biquíni. Oh! Férias! Vou chorar!😭😭😭