Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Palavras de Areia

Partilha de sentires, emoções, aferições, estados de alma e coisas banais. Pequenas histórias de ontem, de hoje e que se sonham para o amanhã.

Palavras de Areia

Partilha de sentires, emoções, aferições, estados de alma e coisas banais. Pequenas histórias de ontem, de hoje e que se sonham para o amanhã.

27.08.18

(Estou) Fora de Jogo

Maresia
Deixa a bola rolar, O teu clube jogar, O jogo explodir. Mas deixa-me fora disso. Não entendo esse amor, Tão pouco essa fúria. São as faltas, são os frangos, Tanto contestação e paixão. Tanto pulo e frustração. Tanto Sr. Árbitro, o ladrão. Deixa que as águias se depenem, Que os leões rujam, Que os dragões queimem tudo. Mas deixa-me fora disso. Não entendo isso tudo, Tão cheio de nadas. São os melhores, são os piores. Tanta emoção e desilusão. Tanto rescaldo e resumo. Tanta repetição e (des)entendimento.
27.07.18

Feliz aniversário!

Maresia
Hoje é dia de aniversário. O dia em que celebramos a vida, o privilégio de estarmos vivos e de poder sentir tudo.Os anos passam, passamos por tanto, por muito, por pouco. Achamos que haverá sempre o tempo, o tempo do sonho, do mais além, mas ele escorre, ele foge. E as concretizações foram outras, as surpresas foram muitas, os risos foram inesperados, os choros foram marcantes. Mas tudo foi sentir, foi viver.E a despedir-me dos 30, com tantas vidas vividas, que já nem parecem (...)
26.07.18

Avó

Maresia
Tenho uma mãe, chamada Avó. A Fada das minhas histórias. Tem um coração gigante, Uma varinha de bondade, Realiza os meus desejos, Aqueles que peço com força e de olhos bem fechados. Tem uma poção mágica, Que me acalma e adoça, Que é tomada ao seu colo, Com muitos beijos e abraços. Com este Amor de Avó, Sinto-me sempre especial, Sou o Maior do mundo! E mesmo grande e barbudo, Nunca me vou esquecer, Que tenho uma Fada Rosa, A mais linda e bondosa, Para sempre me proteger.
04.07.18

Esta história não é minha

Maresia
São milhares as estrelas no céu a dourar o meu caminho, mas há dias que marcam a alma e a vida da gente e nem um céu estrelado nos faz brilhar. Sinto um enorme vazio, resta-me arranjar a coragem, por mim perdida, por mim achada, para enfrentar os meus fantasmas, sonhos que o tempo apagou. E quem me leva os meus fantasmas?Aí, eu vou mas é descansar, deixar tudo espairecer, porque eu quero é ser feliz, haja o que houver. Não ando cá para sofrer mas para viver, e o meu futuro há (...)
04.07.18

Pôr do sol

Maresia
Respirar fundo e deixar entrar o ar, a paz e o que de mais belo e simples existe naquilo que nos rodeia.O dia pode ser matreiro, barulhento e inconveniente, mas o pôr do sol é sempre compreensivo, calmo e reconfortante.É o colo que nos acalma e nos renova as energias. Só nós podemos faltar ao encontro, ele está sempre lá para nós. Mais belo, mais chuvoso, mais tímido, mas nunca falha a sua metamorfose, com que fecha os nossos dias e nos oferece a lua e as estrelas, o silêncio (...)
30.06.18

Bom dia, Sol

Maresia
O sol pediu à nuvem Licença para passar. A nuvem desajeitada, Levou tempo a desviar. Luísa, ali fechada, Sem o sol para a brindar, Sem os seus raios de luz, Ficou no escuro a chorar. Mas a nuvem vagarosa, Com o vento a ajudar, Deixou o sol esgueirar-se E pôr o quarto a brilhar. Luísa, bateu as palmas. Deu os bons dias a gritar. Saudou cada recanto. Quem lhe dera dançar! O seu quarto é o seu mundo, Seu sorriso a energia solar. Com chuva faz curto circuito, Nem se consegue ligar.  
15.05.18

Família

Maresia
Família! A família é a minha raíz, aquela que me gerou, que me deu a mão para me ensinar a caminhar sozinha. Os de coração são impressões digitais na minha vida, na minha alma. Aqueles que caminharam ao meu lado e me encheram o coração de amor e a cara de sorrisos. Hoje, a vida rouba-nos o nosso tempo juntos. Talvez por isso, na infância tenhamos vivido tão intensamente. Sabendo que um dia todo o... tempo do mundo iria findar. Hoje damos a mão às nossas crianças, aos (...)
06.05.18

Os meus Super-heróis

Maresia
A analogia às fadas até poderia soar melhor, mas são três rapazes, três super-heróis fantásticos. E como eles próprios são fãs destas criaturas marvelescas e DC cómicas, aqui vai... O primeiro herói dei à luz há quase 14 anos. Uma miúda de 25 anos e o seu bebé enoorrrme, de 4,250 kg e 54 cm...Espantava-me que o meu ser mágico fosse o maior do berçário. Nascera crescido e lindão, a debitar charme, com direito a foto numa revista e tudo. Começava a sua missão e plantou (...)
18.04.18

Boa Nova

Maresia
Escreve-me as novas. Conta-me o quão feliz te sentes, que quão gigante te sentes perante o fim da guerra. Ganhaste! E como não?!  Mesmo quando o teu coração se sentiu pequeno e esmagado perante a luta, os tiros, as mortes, a tua alma era enorme, sempre enorme, no sentir, no sofrer, mas acima de tudo no persistir. Persistirá! Escreve-me as novas. Conta-me que o sol já não te ofusca, te aquece. Que a noite já não é de fantasmas, mas de um céu estrelado esmagador, daqueles que (...)
29.03.18

1986 - As minhas memórias

Maresia
E, graças à recente série 1986, outra viagem no tempo aconteceu. O meu pai, um acérrimo partidário do CDS e um exemplo de campanha pelo Freitas, com os seus Prá Frente Portugal na caixa do correio, na parede do nosso quarto (entendenda-se meu e da minha irmã e único que permitia tal acometimento ao papel de parede), no belo do blusão, e tenho pra min, um ou outro que surgiu na porta da rua e junto às campainhas do prédio. E como campanha sem bandeira não é campanha, eram muit...a (...)