Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Palavras de Areia

Partilha de sentires, emoções, aferições, estados de alma e coisas banais. Pequenas histórias de ontem, de hoje e que se sonham para o amanhã.

Palavras de Areia

Partilha de sentires, emoções, aferições, estados de alma e coisas banais. Pequenas histórias de ontem, de hoje e que se sonham para o amanhã.

30.12.19

Um Novo Ano de Felicidade

O meu Caminho

Maresia
Curiosamente, termino 2019 com a publicação do centésimo post das minhas Palavras de Areia... Cem textos... desabafos, declarações de amor, recriações, contos, poemas meus... aqueles que escolhi partilhar e dar de mim e que, um dia, ficarão para além da minha existência, para os meus, para quem os quiser acolher... No silêncio da escrita imprimo os gritos da alma, a agitação do peito, as músicas da vida. No silêncio da escrita, mergulho em mim, escuto os pensamentos em (...)
20.03.19

Vencer o cansaço: respirar, equilibrar e relaxar

Maresia
Na impossibilidade de encurtarmos as semanas e as horas diárias de trabalho e atividade, fica difícil equilibrar o bem estar e, muitas vezes, o bom senso. Sentimo-nos formigas tarefeiras, a correr atrás do tempo, a correr atrás de objetivos, a correr para alcançar mais uma "prova superada". E nos dias de hoje, deixem-me que vos diga, que isto são provas atrás de provas, dignas de uns verdadeiros jogos sem fronteiras para o descanso. Vivemos a vida ou um desafio às nossas (...)
01.09.18

Adeus, férias!

Maresia
Fim dos dias sem horas. Dias de cabeça no ar, De pés na areia. De fazer nada, E poder fazer tudo. Fim do ar livre, E da luz natural. Do sol e da esplanada. Do chinelar e do calção. Do bronze e do biquíni. Oh! Férias! Vou chorar! 😭😭😭      
21.08.17

Troquei...de mim

Maresia
Troquei as torres, Pelo céu e as estrelas. Troquei motores e asas de ferro, Pelos piares e penas. Troquei de canto, de ninho, de mim. Envolvida pelo silêncio da Natureza, Embalada pelo meu respirar, Perfumada pelo mar. Adoro o vento que arrepia, O Sol que ofusca, O verde que envolve. Adoro o luar que banha, O céu que brilha... O meu eu que sossega a alma e sorri.