Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Palavras de Areia ®

Partilha de sentires, emoções, aferições, estados de alma e coisas banais. Pequenas histórias de ontem, de hoje e que se sonham para o amanhã. Poemas meus e desabafos de amor e de vida.

Palavras de Areia ®

Partilha de sentires, emoções, aferições, estados de alma e coisas banais. Pequenas histórias de ontem, de hoje e que se sonham para o amanhã. Poemas meus e desabafos de amor e de vida.

16.08.20

Declaração d' Amor de Mãe

Quando vos acolhi nos meus braços e no meu peito para sempre... memórias.

Maresia
Os meus três tesouros...com um mesinho de vida...dias tão mágicos, dos quais recordo como me sentia a cada momento mais apaixonada por aqueles seres humanos tão frágeis, doces e tão meus...tão grata e feliz! O meu coração guarda na memória as horas em que ficava embevecida a olhar-vos, em que vos embalava cantando melodias que criava só para vós e tão nossas. Não mais voltarei a ser mãe, não mais caberão nos meus braços e viajarão balbuciando até ao mundo dos sonhos, de (...)
30.12.19

Um Novo Ano de Felicidade

O meu Caminho

Maresia
Curiosamente, termino 2019 com a publicação do centésimo post das minhas Palavras de Areia... Cem textos... desabafos, declarações de amor, recriações, contos, poemas meus... aqueles que escolhi partilhar e dar de mim e que, um dia, ficarão para além da minha existência, para os meus, para quem os quiser acolher... No silêncio da escrita imprimo os gritos da alma, a agitação do peito, as músicas da vida. No silêncio da escrita, mergulho em mim, escuto os pensamentos em (...)
03.12.19

Gostas mais do pai ou da mãe?

Gosto de gente com um Coração Gigante

Maresia
Desde que criança que me intriga perguntarem-me se gosto mais deste ou daquele, se esta pessoa é mais ou menos, se tenho este ou aquele preferido. E tal como nunca tive só e apenas uma cor preferida, uma música preferida, um filme preferido, um livro preferido, pois cada coisa tem o seu contexto, o seu momento, a sua beleza, também não tenho pessoas preferidas. São algumas as que ocupam um lugar especial e não recorro a pódios. E quando fui mãe, ainda me chocou mais, questionarem (...)
27.10.18

Greve, a que tanto obrigas...

Maresia
Greve, a que tanto obrigas o Estado? Ah! Não! A que tanto obrigas o povo, os portugueses. E sim, para quem ainda não percebeu, nem todos os portugueses são funcionários públicos. A realidade do privado, recibos verdes e conta própria é bem diferente. Todos somos iguais, mas só na biologia, não na democracia. Por exemplo, quando uma escola fecha, são as crianças e as suas famílias os mais prejudicados. E quando se regressa à escola, os programas curriculares são na mesma para (...)
28.09.18

Sempre

Maresia
Já te sentia, no corpo e no coração. No coração apertado e agitado. Agitado com a tua chegada. Chegada desejada, de te ter no colo. No colo onde te prendi e me apaixonei. Apaixonei-me pelo cheiro e alma. Alma doce que me acalma. Acalma e me ensina a ser mais. Mais mãe, mais forte, mais tudo. Tudo de bom, para ti! Sempre!   Mãe      
30.08.18

Hoje um Super-Miúdo faz anos

Maresia
Parabéns, meu amor!!! (E este ano já és tu que lês...emoção, não é?!) És pura luz e encanto. (Ou seja, és lindo 😍). Obrigada pelos teus abraços maravilhosos, pela tua gargalhada, pela tua faísca. És um reguila maravilhoso, mas agora com uns incríveis 7 anos, tens de ter mais calma e diminuir as cenas de ação. Pensei mesmo em dar-te de presente um kit de primeiros socorros e carteirinhas de chá de camomila. (Verdade!) Estás um crescido e para mostrares que assim é, (...)
06.05.18

Os meus Super-heróis

Maresia
A analogia às fadas até poderia soar melhor, mas são três rapazes, três super-heróis fantásticos. E como eles próprios são fãs destas criaturas marvelescas e DC cómicas, aqui vai... O primeiro herói dei à luz há quase 14 anos. Uma miúda de 25 anos e o seu bebé enoorrrme, de 4,250 kg e 54 cm...Espantava-me que o meu ser mágico fosse o maior do berçário. Nascera crescido e lindão, a debitar charme, com direito a foto numa revista e tudo. Começava a sua missão e plantou (...)
07.05.17

Descomplicadamente mãe

Maresia
Ser mãe é aquilo que eu quero ser e não aquilo que quero ter. Acima de tudo há que desejá-lo e de preferência com muita força. Aí, o instinto e o afecto funcionam com sucesso e são os nossos melhores orientadores, os guardiões dos melhores cuidados maternos. Sou mãe de 3 fantásticos seres humanos. E cada um deles é especial na sua diferença e individualidade. Nasceram em circunstâncias diferentes, em idades diferentes, em momentos específicos da vida, os quais nunca se (...)