Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Palavras de Areia ®

Partilha de sentires, emoções, aferições, estados de alma e coisas banais. Pequenas histórias de ontem, de hoje e que se sonham para o amanhã. Poemas meus e desabafos de amor e de vida.

Palavras de Areia ®

Partilha de sentires, emoções, aferições, estados de alma e coisas banais. Pequenas histórias de ontem, de hoje e que se sonham para o amanhã. Poemas meus e desabafos de amor e de vida.

01.04.21

A festa

Maresia
Brotaram flores do meu coração, Faíscaram em meus olhos As luzes, as cores, as paixões. Trespassaram-me os encantamentos Das fadas, de mãos em roda, Rodopiando comigo em palco de flores, De folhas, quebrando sonoras, descalças O piso seco magistral do caminho, Que tomara como onírico rumo De festa, de quem vestiu de gala A gratidão de viver os dias, Que a vida oferece sorrindo, servidos Em copo de barro, cravado a pedrinhas, A conchas, a brilhantes d'agua da chuva Pura, (...)
28.02.21

Eu sei, sinto...

Maresia
Saberá o vento limpo, o céu Que acendem, arrancam... Suspiros arrepiados, sorrisos Que brotam em mim, levados. Saberão as ervas altas, a terra Que seguram, acariciam... Ternuras felizes, lamentos Que me percorrem, dançando. Saberão as estrelas minhas, o sol Que iluminam, guiam... Sonhos amados, desejos Que me alimentam, vividos.  
26.01.21

Cegueira em flor

Maresia
Frondosa beleza, ofusca meus passos. Ingénua amorosa, saltando ribeiros. Molhados os pés, molhados os olhos. Cegueira florida, dormente no peito. Tremura de frio, de vento, de só. Sonhadora perdida, tomando a paisagem. Quebrada ao cansaço, quebrada ao amor. Cegueira florida, murchando no peito.  
24.01.21

Flor do campo

Maresia
Quero ser a pequena flor, A que pontua a paisagem, Que floresce do nada, No meio das ervas, Na berma da estrada. Flor do campo, Perfumada de espanto, Dançando ao vento, Inocente ao tempo, Visível aos sábios.  
18.09.20

...

Maresia
Mar, céu e infinito sentir. Quadro de beleza efémera. Os vazios, inunda de alma, Cansaços e percalços, voam. E nos faz crer que amanhã, Só para estes instantes, Só para reencontrar este mundo, Vale a pena voltar.  
30.12.19

Um Novo Ano de Felicidade

O meu Caminho

Maresia
Curiosamente, termino 2019 com a publicação do centésimo post das minhas Palavras de Areia... Cem textos... desabafos, declarações de amor, recriações, contos, poemas meus... aqueles que escolhi partilhar e dar de mim e que, um dia, ficarão para além da minha existência, para os meus, para quem os quiser acolher... No silêncio da escrita imprimo os gritos da alma, a agitação do peito, as músicas da vida. No silêncio da escrita, mergulho em mim, escuto os pensamentos em (...)
14.08.19

...

Maresia
No mar salgo a alma, Travo que me beija a boca, Me respira na pele, Me lava impura, me quebra. Na areia descanso, Corpo e pensamentos desnudos. Deixo a brisa levar uns tantos. Inspiro o alento e a paz. Fito o céu de infinito azul, Ofusca-me o sol, Deixo que me aqueça os poros, Me derreta o tino, E me deixe primitiva, estar.      
11.07.19

...

Maresia
Em ti, perco o tempo. Perco a razão e o coração, No teu imenso verde, Na tua areia e mar azul. Embrenho-me em ti. Desfaço-me na tua paisagem. Respiro fundo cada vez que te fito. Ao alto, a serra com seus nobres e mouros, Ao fundo, os teus penhascos altivos para o infinito azul. As tuas praias desenhadas com sopro de paz. E desejo ser a folha, a pedra, o grão de areia.  
21.08.17

Troquei...de mim

Maresia
Troquei as torres, Pelo céu e as estrelas. Troquei motores e asas de ferro, Pelos piares e penas. Troquei de canto, de ninho, de mim. Envolvida pelo silêncio da Natureza, Embalada pelo meu respirar, Perfumada pelo mar. Adoro o vento que arrepia, O Sol que ofusca, O verde que envolve. Adoro o luar que banha, O céu que brilha... O meu eu que sossega a alma e sorri.