Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Palavras de Areia ®

Partilha de sentires, emoções, aferições, estados de alma e coisas banais. Pequenas histórias de ontem, de hoje e que se sonham para o amanhã. Poemas meus e desabafos de amor e de vida.

Palavras de Areia ®

Partilha de sentires, emoções, aferições, estados de alma e coisas banais. Pequenas histórias de ontem, de hoje e que se sonham para o amanhã. Poemas meus e desabafos de amor e de vida.

18.09.20

...

Maresia
Mar, céu e infinito sentir. Quadro de beleza efémera. Os vazios, inunda de alma, Cansaços e percalços, voam. E nos faz crer que amanhã, Só para estes instantes, Só para reencontrar este mundo, Vale a pena voltar.  
30.12.19

Um Novo Ano de Felicidade

O meu Caminho

Maresia
Curiosamente, termino 2019 com a publicação do centésimo post das minhas Palavras de Areia... Cem textos... desabafos, declarações de amor, recriações, contos, poemas meus... aqueles que escolhi partilhar e dar de mim e que, um dia, ficarão para além da minha existência, para os meus, para quem os quiser acolher... No silêncio da escrita imprimo os gritos da alma, a agitação do peito, as músicas da vida. No silêncio da escrita, mergulho em mim, escuto os pensamentos em (...)
14.02.19

Sem Valentim

Maresia
Amaram-se sem perceber. Na indiferença, No olhar por trocar,  Nas palavras vagas. Já se traziam de outras vidas. Encontravam-se sem perceber. No pôr do sol,  No luar, Nos pensamentos. Olhavam o mesmo céu estrelado...  Perderam-se sem perceber.  Nos medos, Nas luzes artificiais,  Noutros amores. Soubessem eles a verdade.  E morreriam no beijo,  Se queimariam na pele, Entregariam as almas.  
21.11.18

Infinitamente

Maresia
Nasci pássaro para voar, Com os olhos nas nuvens. Tu, nasceste lobo, Sempre sobrevivendo, atento. Pulámos fogueiras diferentes, Seguimos por rios distintos. Razão e coração. Dia e noite que se tocam ao pôr do sol. Entrelaçados em queda livre. Não poderia ser diferente. Eu voo e tu és a força que me segura. O nosso mundo é infinito… que o seja de amor. Parabéns! Muitos anos de amor!
04.07.18

Pôr do sol

Maresia
Respirar fundo e deixar entrar o ar, a paz e o que de mais belo e simples existe naquilo que nos rodeia. O dia pode ser matreiro, barulhento e inconveniente, mas o pôr do sol é sempre compreensivo, calmo e reconfortante. É o colo que nos acalma e nos renova as energias. Só nós podemos faltar ao encontro, ele está sempre lá para nós. Mais belo, mais chuvoso, mais tímido, mas nunca falha a sua metamorfose, com que fecha os nossos dias e nos oferece a lua e as estrelas, o (...)